fbpx

Noticia

O futuro de jovens e veteranos no mercado de trabalho

Estamos assistindo a uma verdadeira transformação nas relações humanas, provocada principalmente pelos paradoxos e pelas virtudes da geração de jovens que começou a dominar a sociedade.
Compreender o jovem da geração Y é entender o futuro e se adaptar a ele. Afinal, todos querem ser jovens para sempre.

Quando os primeiros representantes da geração Y ingressaram no mercado de trabalho, há cerca de 10 anos, as empresas tiveram que conviver com uma nova visão. Bem informados, questionadores e com sede de crescer profissionalmente, esses jovens desafiaram lideranças e foram chamados de ansiosos, infieis e insubordinados.
Hoje, essa geração começa a chegar aos 30 anos. Após uma década de convívio com esses jovens no trabalho, alguns mitos podem ser desfeitos e algumas verdades, comprovadas. Atualmente o cenário do mercado de trabalho é outro.
O crescimento da economia, a crise europeia e a busca por talentos em diversas áreas fazem do Brasil um novo pólo de atração. Estrangeiros e profissionais brasileiros da geração X que fizeram carreira no exterior estão retornando ao país, atraídos por prospostas tentadoras, fato que acaba inflando o mercado de trabalho local e reduzindo, mais ainda, as oportunidades para os jovens da geração Y.
Considerado improdutivo décadas atrás, o profissional  da geração X, hoje com 60 anos, está pronto para inovar, aprender e colaborar com empresas e instituições. Já o jovem não precisa mais começar a trabalhar antes dos 20 anos para construir uma carreira sólida, uma vez que o mercado está muito mais flexível e as relações de trabalho mudaram significativamente.
Nesta obra, o autor procura trazer uma nova perspectiva sobre o que é ser e permanecer jovem. Apresenta os ‘ciclos da vida’ e, por meio deles, busca demonstrar aos leitores que as gerações devem estar interligadas e dependem umas das outras. Deve explicar também como surgiram tantas gerações e como é possível estabelecer um convívio harmônico entre elas e como deve ser o futuro da geração Y e de seus veteranos.

Fonte: Catho – 12/09/2018

Chat with us on WhatsApp