fbpx

Noticia

O que os jovens brasileiros de 18 a 25 anos querem?

Os jovens brasileiros são o futuro da nação, por isso é fundamental saber o que eles estão querendo. De acordo com uma notícia da Época, 80% dos jovens brasileiros enfrentam a crise dos 25 anos, ou seja, estão perdidos na vida. Essa notícia é baseada em uma pesquisa recente, realizada em fevereiro de 2018. E o que os jovens brasileiros de 18 a 25 anos querem? Eles querem um emprego que os traga satisfação, querem comprar uma casa própria, querem alguém para amar e quem sabe construir uma família e eles também querem poder comprar tudo o que quiserem (ou o que o seu ídolo do Instagram tem) e viajarem o mundo (ou para onde o seu ídolo do Instagram for).

Esses quereres podem ser tanto por pressões impostas por eles ou pela sociedade, e de maneira geral grande parte dos jovens brasileiros se sentem frustrados, o que afeta tanto os seus relacionamentos profissionais como os pessoais e também as suas finanças. A crise começa quando há ansiedade para fazer com que as coisas aconteçam. O que deixa tudo bem pior é a constante comparação com o conteúdo das redes socias, o que serve como um fator a mais para deixá-los em crises.

Em todo o Brasil, os jovens adultos estão preocupados com o seu futuro, de norte a sul, não importando muito a sua região de localização, o que mostra que isso é um problema que vai além da cidade que se mora, é um problema generalizado dos jovens brasileiros que estão vivendo em meio de incertezas. Mas, como então fazer com que a vida se torne mais calma e que os dias se tornem mais prazerosos, sem se preocupar tanto com o futuro? É nisso que o Leia quer ajudar! Separamos as melhores ideias para ajudar esses 80% de jovens brasileiros a ficarem mais calmos e viverem um dia de cada vez, tomando assim decisões mais assertivas e mais seguras em cada área de suas vidas!

Antes, de tudo: aceitar que as coisas mudaram!

Cada década tem as suas características e como os jovens do passado viveram é de acordo com as épocas deles, por isso não dá para se comparar com os seus avós e com os seus pais. Por isso, o primeiro passo é parar de querer que a vida seja igual o que foi no passado para eles e também querer que a vida seja igual a uma imagem no Instagram. Hoje o mundo é diferente, já que vivemos agora em uma área com muito mais tecnologia e também como muito mais velocidade de mudanças. Em adição, a realidade é muito diferente da virtual, a realidade não pode ser editada, e a virtual pode.

Hoje existe no Brasil em torno de 50 milhões de jovens, por isso é muita gente para encontrar o seu lugar na sociedade, que está cada vez mais competitiva. E desses número, são 40 milhões em crise, ou seja, se você tem entre 18 e 25 anos, você não está sozinho por se sentir perdido na vida em uma das milhares de cidades espalhadas por tudo o Brasil.

Além disso, uma porcentagem de 15% dos jovens brasileiros nem trabalham e nem estudam, um fenômeno conhecido como geração nem-nem. Esse número é maior entre as mulheres e também entre os setores mais pobres da sociedade. É um problema a parte da crise dos 25 anos, já que tem raízes bastante profundas na formação da sociedade brasileira e precisa de uma mudança mais profunda de como os jovens brasileiros são vistos.

Hoje a maior fonte de insatisfação, desses 40% dos jovens brasileiros que estão com a tal crise dos 25 anos, é o emprego, e com ela dinheiro, e em seguida os relacionamentos amorosos. Sem um bom emprego, não há dinheiro, se não há dinheiro, não há saída, se não há saída, não há paquera e se não há paquera, não há namoro. Lidando com as dificuldades e as realidades atuais, é mais fácil vencer os problemas e ter mais satisfação! Vamos lá!

Empregos e Estudos

Se você está desempregado ou querendo buscar um novo emprego é preciso aceitar que as oportunidades estão mais escassas e os processos mais rigorosos, ou seja, você terá que se dedicar mais para conseguir uma oportunidade. A melhor coisa que o jovem pode fazer é buscar qualificação e ter um CV perfeito. Para isso, fazer cursos e se aperfeiçoar é essencial, como também trabalhar em projetos pessoais que infelizmente não pagam como forma de “ter o que mostrar”. Boas ferramentas são o site Eduk que tem cursos em várias áreas, principalmente em negócios, e também outros cursos gratuitos profissionalizantes do Pronatec, por exemplo. Para pagar as contas, o jeito é encontrar algo alternativo até que as coisas aconteçam e também não DESISTIR até conseguir!

Dinheiro

A melhor regra para lidar com dinheiro é a 50, 30, 20. Ou seja, 50% da sua renda para as despesas fixas, 30% para as variáveis e 20% para economizar. Além disso, é preciso ter uma conta emergência, para em caso de desemprego com 6 meses (pelos menos, o ideal é um ano) do valor das suas despesas fixas, dessa maneira, você tem como sobreviver até conseguir outro. E ainda, uma conta poupança para os sonhos, que seja, viajar ou comprar a casa própria. Tem muitos aplicativos para te ajudar a viver dessa maneira, a revista Exame tem uma lista com 50 aplicativos para ajudar nas suas finanças pessoais. Se você não foi responsável com suas finanças até o momento, nunca é tarde. Passe a levar suas economias a sério e pare de gastar o dinheiro que não tem. Assim que começar a trabalhar, você tem a prioridade de colocar sua conta bancária em dia, ok?

Casa Própria

Hoje em dia está cada vez mais difícil no mundo todo para os jovens comprarem sua casa própria, mas existem soluções para isso. Comprar um apartamento na planta ou mais antigo pode ser uma boa solução. Além disso, hoje em dia há boas opções de financiamento. Com um emprego estável e uma conta bancária em dia, você pode pensar em comprar sua casa própria e não tem problema nenhum pagar em 20 e em 30 anos. Todo mundo fez ou faz assim para conseguir ter algo tão grande como o seu próprio lar. Talvez, antes de você conseguir comprar a casa própria, valha a pena ficar na casa dos pais, desde que trabalhando, estudando e economizando. Veja essa fase como um período de transição e de não estagnação.

Relacionamentos

Hoje em dia dá para conhecer pessoas novas o tempo todo, de São Paulo a Porto Alegre por aplicativos de relacionamento, como, por exemplo, Badoo e outros. Mas é preciso usar esses aplicativos com sabedoria, usando todas as ferramentas dele para te ajudar a encontrar uma pessoa que realmente valha a pena e esteja alinhada com o que você busca em uma pessoa ou em um relacionamento. No Badoo, por exemplo, há ferramentas como encontrar amigos de amigos e também pessoas próximas com o mesmo interesse. Além disso, somente as mulheres podem mandar mensagens. Utilizando o aplicativo de relacionamento com o máximo possível de ferramentas, a busca pela pessoa ideal fica mais fácil e mais assertiva, e você para de perder tempo, dinheiro, e energia com quem não interessa. Até mesmo para encontrar o amor é preciso ser técnico.

Compras

O hábito de entrar no Instagram todo os dias e ver a vida das outras pessoas com tantos produtos e serviços dá uma vontade de ter tudo, mas infelizmente, a não ser que você ganhe na loteria, não dá para ter tudo, e você terá que controlar os seus hábitos de consumo. A primeira grande dica é não entrar tanto no Instagram ou parar de seguir todo mundo que te faz querer comprar. Outra grande dica é ter um budget, isto é, um orçamento como o visto acima, para quanto se pode gastar com as compras. Hoje em dia há tanta informação sobre minimalismo que essa pode ser uma boa solução para evitar a tentação de comprar tanto.

Viagens

Todo mundo tem sonho de viajar ou para os Estados Unidos ou para algum país da Europa, mas temos a América do Sul e Latina aqui próximo e lá a moeda é mais barata que o real, então, porque não pensar em ir conhecer primeiro os países vizinhos: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Ou seja, há opções mais acessíveis para quem quer viajar para o estrangeiro, além disso, há também: Costa Rica, Cuba, El Salvador, Guatemala, Haiti, México, Nicarágua, Panamá e República Dominicana. Portanto, há opções para quem quer viajar e não pode gastar tanto. Os jovens brasileiros tendem a ignorar esses países e talvez seja essa a melhor solução até conseguir bancar uma viagem mais cara, por exemplo.

Esperamos que essas 6 dicas te ajudem a se recuperar dessa crise dos 25 anos e começar a olhar a vida com outra perspectiva. A vida não foi mais fácil no passado e a vida não vai ser mais fácil no futuro, isso é fato, mas não significa que ela não possa ser prazerosa. Tudo dá trabalho e exige consistência, por isso, faça o seu melhor no dia de hoje e não espere muito do dia de amanhã. Boa sorte, e lembre-se, não desista, por mais difícil que seja!

Fotos: Unsplash

 

Chat with us on WhatsApp